O que Botafogo e Bragantino podem esperar no duelo pela Libertadores

Publicidade

Resta só mais um passo para a fase de grupos da CONMEBOL Libertadores. Botafogo e Red Bull Bragantino confirmaram suas classificações para a terceira fase prévia do torneio.

Depois de o Massa Bruta eliminar o Águilas Doradas nos pênaltis na última terça-feira (27), o Glorioso bateu o Aurora em casa na noite desta quarta (28).

A partir da próxima semana, os dois times brasileiros se enfrentam por uma das últimas quatro vagas nos grupos da principal competição interclubes da América do Sul.

Comentarista dos canais ESPN, Ubiratan Leal analisou o confronto e destrinchou as duas equipes, apontando o que cada um poderá esperar de seu adversário.

O que o Botafogo pode esperar do Bragantino?

O Botafogo pode esperar do Bragantino um time muito físico, com jogadores de muita velocidade. É um time muito intenso. Então, por isso, é um time difícil de se enfrentar, que te desgasta muito, exige que você responda também com muita intensidade.

Agora, o Bragantino também tem um pouco de dificuldade de abrir as defesas adversárias quando esse espaço não aparece. Ao mesmo tempo que é um time muito rápido, muito intenso, capaz de atacar espaço, às vezes sofre um pouco para abrir essa defesa adversária quando o adversário se fecha muito e dá campo.

Além disso, o Bragantino é um time que, justamente por atacar muito, fica um pouco adiantado e vulnerável para contra-ataque. Se o adversário souber sair em velocidade, pode criar problemas para o Massa Bruta.

O que o Bragantino pode esperar do Botafogo?

O Botafogo é uma incógnita, porque não sabemos quem será o técnico nesse confronto. A gente não sabe como é que vai estar o psicológico até o momento desse jogo. Provavelmente, vai ter uma eliminação no Campeonato Carioca, até porque o Botafogo tem pouca chance de classificação. Então, como isso vai ser digerido dentro do elenco?

Com uma possível classificação pode vir uma sensação de que a maré virou depois de tantos meses. A questão do Botafogo é muito psicológica. Técnica e taticamente, a gente não tem muita ideia do que é o time.

Muita gente não sabe como esse Botafogo vai tentar se montar para o duelo da terceira fase. E eu acho que isso cria uma questão: o Bragantino vai ter que montar o time pensando só nas suas virtudes e tentar estimar mais ou menos o que o adversário vai apresentar.