MASP abre portas para educadores de forma gratuita no Dia dos Professores

Publicidade

O Dia do Professor é comemorado amanhã, 15 de outubro, em todo o Brasil. Para celebrar a data, o Museu de Arte de São Paulo (MASP) abrirá as portas durante todo o dia, de forma gratuita, para os educadores e para toda a população. 

Para aproveitar a entrada gratuita, o visitante deve fazer seu cadastro no site do MASP e gerar o passe de acesso para apresentação na bilheteria. 

Entre os destaques da programação do MASP para este sábado, está a mostra coletiva “Histórias Brasileiras”, que acontece no contexto do Bicentenário da Independência do Brasil em 2022

Confira a programação completa do MASP

Nicolau Sarkis, presidente do Poliedro Educação, que está promovendo a entrada gratuita ao MASP, ressalta que a visita a museus por professores e pela população, no Dia do Professor 2022, estimula essa conexão fundamental entre arte, cultura e educação. 

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Museus na educação

Os museus criam um ambiente favorável para o desenvolvimento de importantes habilidades e competências mencionadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que institui que os processos de ensino e aprendizagem em arte devem ser integrados aos conhecimentos acadêmicos, de modo a promover o vínculo entre culturas e saberes.

Veja abaixo alguns motivos para professores e estudantes visitarem museus:

  • Contato com obras de arte originais, patrimônios históricos e manifestações plurais
  • Interação com as diferentes manifestações culturais 
  • Entendimento da complexidade do mundo
  • Diálogo intercultural
  • Respeito às diferenças
  • Desenvolvimento de competências para o exercício da cidadania
  • Construção da identidade

Leia também: Museu virtual como recursos didático nas aulas de História

Importância da arte na educação

A coordenadora da 3ª série do Ensino Médio do Poliedro Colégio de São José dos Campos, Maria Catarina Bozio, ressalta que as artes são uma das principais formas de expressão humana. 

“Quando as artes são introduzidas aos alunos desde a infância e a juventude, pelos professores no processo educativo, se revelam grandes ferramentas para contribuir com a formação integral do estudante, o que garante sua preparação para os desafios cotidianos e para seus projetos de vida”, avalia a coordenador Maria Catarina.

Maria Catarina Bozio reforça que as obras de arte permitem que cada um (re)conheça as suas origens socioculturais e aprenda a entender a sua subjetividade, com sensações e expressões proporcionadas pelo momento. 

“Os professores são peças-chave que devem instruir estudante sobre como selecionar e filtrar o que é importante nas artes, o que interessa e o que pode ter mais impacto”, analisa.

Outra vantagem de inserir a arte na educação, de acordo com a coordenadora, é desenvolvimento do processo de curadoria, que permite que os estudantes aprendam a selecionar e articular o conteúdo com o qual estão tendo contato, além de suscitarem leituras críticas e a ampliação da criatividade a partir dessas diversas referências.

MASP

O Museu de Arte de São Paulo foi fundado em 1947 conta com o maior acervo de arte europeia do Hemisfério Sul. O MASP possui mais de 11 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas.