Djokovic é surpreendido e dá adeus ao Masters 1000 de Indian Wells

Publicidade

Fim da linha para Novak Djokovic no Masters 1000 de Indian Wells. Nesta segunda-feira (11), o número 1 do mundo foi surpreendido por Luca Nardi por 2 sets a 1, parciais de 4-6, 6-3 e 3-6, e se despediu do torneio nos Estados Unidos na terceira rodada.

Com o resultado, o italiano número 123 do mundo agora medirá forças com o norte-americano Tommy Paul pelas oitavas de final, enquanto o sérvio acumula o segundo grande revés este ano no circuito.

Eliminado nas semifinais do Australian Open para aquele que viria a ser campeão do torneio, Jannik Sinner, Djokovic foi pego de surpresa ainda no primeiro set. Depois de controlar as ações e fechar a parcial em 6-4, Luca Nardi teve de frear a reação do maior campeão de Grand Slams da história.

Após chegar ao 400º triunfo em Masters na última partida, Djokovic levou a melhor no segundo set por 6 a 3 e foi para a parcial decisiva a fim de ampliar o caminho no torneio norte-americano. O desfecho, no entanto, não saiu como o esperado.

Diante do maior vencedor de Grand Slams da história, o italiano, de apenas 20 anos, não se intimidou e voltou a dominar no terceiro set, fechando a parcial decisiva em 6 a 3.

Ao dar adeus ao torneio, Djokovic também interrompe a corrida rumo ao recorde de vitórias em Masters 1000, que segue pertencente a Rafael Nadal, com 406 triunfos.

Se por um lado o resultado representa o melhor já alcançado por Nardi, de outro essa é a pior derrota da carreira do líder do ranking mundial desde o revés para o tcheco Jiri Vesely, número 123º do mundo, em Dubai, nos Emirados Árabes, em 2022.