como funciona e quando necessário

O tratamento de canal dentário é um procedimento que causa medo em muitas pessoas. Apesar de ser um tratamento mais complexo do que uma restauração, geralmente é indolor e ajuda a manter a boa saúde bucal.

Publicidade

Apesar de ser um termo comum na odontologia, nem todo mundo sabe o que é tratamento de canal. Alguns têm uma vaga ideia do procedimento e outros acabam influenciados por pacientes que tiveram uma experiência ruim com essa técnica.

Mas a verdade é que o tratamento de canal dentário não é nenhum bicho de sete cabeças, trata-se de uma abordagem comum nos consultórios, usada como um dos últimos recursos para tentar salvar um dente que esteja prejudicado, por exemplo, por uma cárie muito profunda.

Ao final do tratamento, o paciente não sente mais dor e sua mastigação volta ao normal. Continue lendo este texto para entender melhor o assunto, descobrindo como o canal funciona, quando é recomendado e como cuidar de um dente que passou por esse procedimento. Acompanhe!

O que é o tratamento de canal?

O tratamento de canal dentário é um procedimento em que é realizada a retirada da polpa inflamada do dente, fazendo a limpeza do seu interior e o preenchimento e obturação do dente. 

A polpa do dente consiste no tecido mole que se engloba os nervos e vasos sanguíneos. O tratamento de canal é essencial para fazer a desinfecção da área, quando a região é acometida por alguma condição adversa. 

Além dos casos de cárie profunda, ele também pode ser feito devido a traumas ou fraturas. 

Leia também: Tratamento de canal: mitos e verdades

Quais são os sinais que indicam a necessidade desse procedimento

Já sabemos o que é tratamento de canal. Entretanto, mesmo conhecendo o procedimento, às vezes fica difícil identificar a sua necessidade. Nesse sentido, existem alguns sinais que podem ser observados:

  • Dores de dente;
  • Inchaço na região da gengiva;
  • Latejamento que irradia até a face;
  • Pus ou abscesso dentro da boca — em casos mais graves.

Como mencionamos, as principais recomendações de canais são provenientes de cárie profunda, danos no dente por lesão física ou dente quebrado.

Salientamos a importância de se atentar para esses sinais. Caso a polpa não seja tratada imediatamente, os desdobramentos podem afetar outras áreas do corpo, resultando em complicações ainda maiores.

Como é feito o tratamento de canal?

Todo cirurgião-dentista está habilitado para realizar o tratamento de canal, nos casos mais complexos, o tratamento pode ser feito pelo especialista em endodontia. Durante o procedimento, o profissional faz a remoção da polpa danificada, o paciente é submetido à anestesia local, para evitar dor ou incômodo.

Após a limpeza, o dentista preenche a região com o material adequado para cada situação e sela o dente tratado. Em alguns casos, é preciso fazer a completa restauração, reconstruindo toda a coroa.

Nesses casos, o paciente deve retornar mais vezes ao consultório, até concluir o tratamento. Mas, na maioria das vezes, o procedimento termina em poucas horas e o paciente só retorna uma ou duas vezes, para fazer o acompanhamento do dente tratado.

Quais são as etapas do procedimento?

Apesar de ser um tratamento bastante comum, o canal dentário causa certo receio e até medo em algumas pessoas. A seguir, veja o que é feito em um tratamento de canal para se manter mais calmo em relação à intervenção:

  1. Abertura do dente acometido: conhecido como acesso, a abertura para o canal é feita com um “motorzinho odontológico”;
  2. Retirada da polpa infectada ou morta: o esvaziamento do canal é realizado usando instrumentais específicos;
  3. Limpeza e desinfecção do canal: na limpeza, a parte danificada ou morta é totalmente removida, sendo aplicados alguns produtos para a desinfecção total do interior do dente;
  4. Fechamento do denteou restauração temporária: o canal é fechado. Quando o procedimento é muito longo, o profissional pode optar por realizar um fechamento temporário. Depois, em uma nova consulta, é feita a restauração completa da coroa dentária.

Após o término do procedimento, o canal pode durar pelo resto da vida do paciente, desde que ele siga com os cuidados necessários.

Cuidados e recomendações após o tratamento de canal

Você deve estar se perguntando o que acontece com o dente depois de um canal, já que ele tem parte da sua estrutura alterada. A verdade é que, após o procedimento, o dente tratado continua extremamente resistente e saudável. Mas, para mantê-lo assim, é preciso ter alguns cuidados.

Por exemplo, comparecer às consultas de retorno, para o dentista analisar o local e avaliar se tudo saiu como esperado. O paciente também precisa tomar a medicação, quando recomendada.

Pela sensibilidade inicial na região do procedimento, é recomendado evitar alimentos duros ou muito quentes nos primeiros dias.

Além disso, mesmo um dente tratado dessa forma pode ser novamente acometido por cáries, por isso, é fundamental que o paciente mantenha uma higiene bucal impecável.

Qual é o valor de um tratamento de canal?

O valor do tratamento de canal é altamente variável e vai depender do local onde a clínica está localizada, da experiência do profissional e qual dente afetado.

Atualmente, é possível encontrar o procedimento entre 500 e 2.000 reais. Ao contratar um plano odontológico, você terá mais facilidade para realizar este tratamento.

Como evitar a necessidade de um tratamento de canal?

A higienização dos dentes ajuda a evitar as cáries, que são uma das maiores causas do tratamento de canal inflamado. Por isso, escove os dentes depois das refeições, use fio dental e enxaguante bucal. Também é importante trocar a escova de dentes regularmente.

Por fim, visite seu dentista ao menos de 6 em 6 meses, mesmo que não apresente nenhum sintoma. A cárie e outros problemas odontológicos são tratados com maior facilidade quando identificados no início.

Em suma, a saúde da nossa boca influencia em todo o corpo, por isso é fundamental cuidar dos dentes com muita atenção. Felizmente, as técnicas modernas da atualidade aliadas a uma boa higiene bucal conseguem evitar cáries e outros problemas mais graves.

Agora que você já sabe o que é tratamento de canal e como ele funciona, confira as opções da Unimed Odonto e cuide dos seus dentes como eles merecem!